Links

 

 

 

 "Espero a imensidão que tu és e o nada que tua ausência me impõe. Espero-te porque é impossível não preencher o enorme vazio que criei quando imaginei que tu virias."

A Espera Imaginária - Luiz Otávio Dobal.